Essays / tag / oficina

A oficina Caligrafia Livre ganha mais uma edição dia 2 de setembro, sábado, às 14h. A ênfase é na prática: o participante vai explorar os principais instrumentos usados na caligrafia contemporânea e conhecer possibilidades além das margens do papel.

Foi na Faferia, espaço que une galeria de arte com cursos e molduraria, que a oficina encontrou sua casa. Desde que o proprietário Fifo Lima me convidou a dar a primeira edição em novembro do ano passado, não saí mais. A procura tem sido constante, a ponto dela ter se tornado uma das mais procuradas

Além da prática, a troca de ideias também traz inspiração. Cena da quarta edição em julho de 2017

A proposta é fazer uma imersão de cinco horas para aprender os movimentos básicos de três estilos com a pena quadrada, o pincel oriental e o tira-linhas (um instrumento de desenho técnico que foi adaptado para a caligrafia). Vamos experimentar ainda um jogo completo das penas do projeto Dreaming Dogs

E para mostrar que não é preciso gastar com instrumentos, vamos construir dois tipos de penas com materiais comuns, que você vai levar para casa. Para fechar, cada participante escolhe uma técnica para uma obra final. 

Saiba mais e inscreva-se em faferia.com


Oficina Caligrafia Livre - 5ª edição
Instrutor: Ivan Jerônimo
2 de setembro de 2017, sábado, das 14h às 19h
A partir de 16 anos
Não precisa conhecimento prévio
Valor: R$ 190
Faferia DNA de Arte - Rua Fernando Machado, 261, Centro, Florianópolis (mapa)
Fone: (48) 3065 6534

A oficina Caligrafia Livre encontrou seu lugar na Faferia DNA de Arte, em Florianópolis. Duas turmas já passaram uma tarde experimentando a pena, o pincel oriental e o tira-linhas. Agora vou dar mais uma edição dia 25 de março, sábado.

Preparei o conteúdo pensando na aula que eu gostaria de ter feito quando comecei. Em vez de treinar rigidamente um único estilo de letra histórica, algo que se acha facilmente em livros ou na internet, o participante pratica uma variedade de estilos e instrumentos para decidir o que produzir em casa ou escolher seus próprios materiais.

Participantes da segunda edição

A oficina é tanto para iniciantes como para quem já tem um pouco de experiência. Além de explicar como a caligrafia pode ser usada nas artes visuais e no design, mostro novas ideias – materiais inusitados, estilos diferentes e novas abordagens para instrumentos antigos, além das manhas que fui aprendendo. Um dos pontos altos da oficina é quando fazemos nossos próprios instrumentos – uma pena de bambu e um tira-linhas caseiro.

Veja mais detalhes e inscreva-se.

Oficina Caligrafia Livre · 3ª edição
25 de março de 2017, das 13h30 às 18h30
Faferia DNA de Arte - Rua Fernando Machado, 261, Centro, Florianópolis (SC)
10 vagas (mínimo de 5 inscritos)
A partir de 16 anos
Valor: R$ 190
Ministrante: Ivan Jerônimo

Inscreva-se na oficina Caligrafia Livre que vou dar na Faferia DNA de Artes em 26 de novembro, sábado. Começo com uma breve apresentação sobre o status da caligrafia no mundo das artes visuais e logo partimos para a prática. O participante vai treinar com vários materiais e descobrir o que dá de fazer com eles. De quebra, vamos construir dois instrumentos e aprender a usá-los.

A ideia da oficina veio de uma observação que fiz em outro curso. Depois de quatro horas de caligrafia gótica tradicional com pena e nanquim, finalizava com uma explicação sobre o tira-linhas e mostrava como montar uma versão caseira. Aí percebi o interesse dos participantes em mais diversidade de conteúdo. Essa abordagem reflete meu próprio início, quando testava instrumentos para ver no que dava. Fiz a versão de duas horas deste curso em abril e agora vamos ter mais tempo para nossas experiências.

Demonstração de caligrafia com pena e nanquim

Inscreva-se em faferia.com. Não tem pré-requisito.

Oficina Caligrafia Livre
26/11/2016 (sábado), 13h30 às 18h30
10 vagas (mínimo de 5 inscritos)
A partir de 16 anos
Valor: R$ 190
Ministrante: Ivan Jerônimo

Resumo

Uma oficina de experimentação para conhecer as possibilidades criativas de vários instrumentos de caligrafia. Vamos começar com uma demonstração dos estilos e suas ferramentas, tintas e suportes, incluindo materiais alternativos. Depois passamos à prática, em que o participante faz seu próprio instrumento e desenvolve uma obra no estilo que preferir.

Metodologia

  • A arte da caligrafia hoje: instrumentos, suportes e estilos
  • Demonstração dos materiais e seus resultados
  • Como fazer uma pena de bambu e um tira-linhas caseiro
  • Experimentação com os materiais
  • Escolha de um instrumento e tema para um trabalho final
Mais informações.